Cidades mais acessíveis para todos

Biomob fornece informações de acessibilidade para todos

Biomob fornece informações de acessibilidade para todos

Aplicativo quer chamar atenção para a acessibilidade de pessoas que tenham limitação de mobilidade

Você já reparou nas condições das calçadas da sua rua, do seu bairro ou perto do seu trabalho? Já percebeu como são esburacadas, desniveladas e sem rampas de acesso para quem tem baixa mobilidade? Isso quando existem, não é mesmo? O tema da acessibilidade nas cidades do Brasil é muito pouco discutido por nós.

Até bem pouco tempo atrás o Brasil era um país de jovens e, por esse motivo, quase não havia necessidade de se falar em acessibilidade. Acontece que os tempos estão mudando e finalmente algumas pessoas começaram a perceber que idosos, cadeirantes, deficientes visuais, grávidas ou pessoas com qualquer outro tipo de dificuldade de locomoção têm o direito de ir e vir como todo mundo. Estamos falando do Biomob, um aplicativo criado para ajudar as pessoas a encontrar locais que oferecem lazer e serviços facilitando a acessibilidade do cidadão.

No início deste mês a equipe do app realizou algumas atividades de reconhecimento no entorno da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio, local de disputas olímpicas no próximo ano e também onde serão realizadas provas da Paralimpíada de 2016. A ideia foi avaliar os bares, restaurantes e outros estabelecimentos, examinar também as calçadas, rampas de acessibilidade e estacionamentos da área em um raio de 3 km, além dos sistemas de transportes que atendem a região da Arena de Eventos Parque dos Patins. De acordo com Valmir Souza, um dos criadores do aplicativo, a ação vai “nutrir de informação o aplicativo Biomob e disponibilizar essas informações gratuitamente aos usuários e órgãos afins”, explicou.

Vaga de estacionamento para cadeirantes. Ainda temos muito que evoluir.

Vaga de estacionamento para cadeirantes. Ainda temos muito que evoluir.

Apesar do tempo nublado e frio os resultados foram relevantes. A equipe de voluntários conseguiu apontar apenas duas vagas de estacionamento reservadas e com marcação muito precária no solo; ausência de vagas para idosos; opções de banheiros quase nulas; ausência de sinalização adequada; obstáculos intransponíveis para cadeirantes em alguns trechos do entorno da Lagoa; poucas opções de transporte público e, por fim, os estabelecimentos Lagoon e Pão de Açúcar foram conceituados como ótimas opções de acessibilidade (lembrando que é importante ter opções de banheiros alternativos). “Não queremos apontar aqueles que não têm acessibilidade, mas mostrar e valorizar quem já tem”, pondera Valmir Souza.

Para as atividades de avaliação da acessibilidade na Lagoa, a equipe do Biomob teve o apoio de colaboradores e organizações parceiras como Viva Mais Livre, Mão na Roda, Praia para Todos, integrantes da comissão de acessibilidade da OAB – RIO e o Mobilize Brasil, além do CVI.

Números da deficiência motora

Dados do Senso de 2010 apontam que no Brasil são 13 milhões de pessoas com dificuldade de se locomover. Apenas no eixo RIO – SP estão 40% desse total. O maior problema da falta de acessibilidade, de acordo com Valmir, é a atitude. Para ele, “se as pessoas não se conscientizarem que todos nós iremos envelhecer e que corremos o risco de um dia perder a mobilidade, nada será feito”, afirmou.

Voluntários que participaram da ação. Fotos Valmir Souza.

Voluntários que participaram da ação. Fotos Valmir Souza.

Para circular

No celular, o Biomob detecta a localização do usuário e sugere locais próximos, analisando a necessidade de cada pessoa. A ferramenta já está na casa de 200 downloads e conta com informações de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte, Recife e Porto Alegre, somando mais de mil endereços cadastrados. Atualmente está disponível somente na versão para Android, mas muito em breve estará na versão IOS.

O aplicativo Biomob (www.biomob.com.br) é uma iniciativa da Goodbros e da Bio+, empresas que atuam para melhorar o bem-estar das pessoas com deficiência. Já são três projetos nessa mesma linha de atuação: o Biomob – Guia de locais acessíveis; o Biofit – Aplicativo de treino para cadeirantes e o Biolud – Game com temática de inclusão (deficiência física,  visual e auditiva).

Para baixar o Biomob, basta acessar a loja virtual do GooglePlay.

Esse texto foi publicado também no portal de notícias Mobilize.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s