Manual Prático de ALine – Parte I

Minha ideia é escrever um manual prático de Aline para minha mãe.

Quero escrever de forma geral as coisas que penso, aquilo que eu acredito e aquilo que me faz ser a pessoa que sou. O mais engraçado disso tudo e o mais contraditório é que foi ela mesma, minha mãe, que me fez assim. Claro que se trata de uma junção de experiências e valores adquiridos ao longo dos tempos.. tudo aquilo que sou devo a ela e à vida que tive até hoje. Somos aquilo que vivemos, somos aquilo que acreditamos e reproduzimos. Então é como se eu devolvesse para ela tudo que sou hoje, um retrato dela que, de certa forma, foi se aprimorando e se modificando com o tempo. Os temas que eu pensei são, em geral, bastante comuns nas conversas populares. Vamos então ao que interessa.. eu por eu mesma..

O que sei sobre as pessoas

As pessoas para mim são uma incógnita. Há as boas assim como há as más, tem gente prá tudo nesse mundo e quem deve escolher com quem a gente anda é a gente mesmo, através de nossa sensibilidade e percepção. Ninguém está totalmente livre da maldade, mas aquele que pratica o bem e a verdade está automaticamente protegido. Com o tempo percebemos que o melhor mesmo é confiar no melhor das pessoas. Isso é possível! Até porque, se eu acreditasse que o ser humano não vale mais a pena, então tudo estaria perdido!

O que sei sobre a Religião

Dentro desse mesmo assunto, se eu não começasse a falar em religião, muita gente iria estranhar!! Então vamos falar um pouco de religião. Nasci católica, me criei dentro dos dogmas da igreja católica e de certa forma herdei toda a gama de preconceitos que ela dissemina. O engraçado de pensar nisso é que até hoje a figura da mulher é um mistério para a humanidade e para a igreja não é diferente. Os estados e governos também tinham uma tendência de temer a figura feminina.

A sociedade patriarcal capitalista jamais permitiu que a mulher tivesse voz por puro medo de sua forma de pensar, entender, extremamente avançada em tudo. Voltando para a igreja, que outrora incendiava mulheres por serem livres, por pensarem diferente, por serem independentes numa era feudal ou talvez por dominar muito bem a culinária, eram tidas como bruxas..Eu queria ser uma!! Aliás, tenho muitos indícios que tenho um pezinho lá.. algo me diz que meus conhecimentos intuitivos não são à toa.

Pois bem, deixando as moças de lado e pensando na religião como um pensamento religioso, eu penso o seguinte: acredito em Deus, porque acho definitivamente que existe alguém que tenha criado tudo que eu conheço, a natureza para mim é o retrato mais bem focado que alguém tirou de Deus. O nascimento de uma criança para mim não pode ser explicado de outra forma.. Deus para mim nunca foi sinônimo de religião, deus é o que de bom há dentro do coração de uma pessoa, que a faz parar em algum momento de sua vida, por mais dura que esta seja, e ter a certeza que sendo ela mesma e praticando o bem nada vai dar errado.

A religião é invenção dos homens. Jesus Cristo enquanto santo é invenção dos homens. Jesus Cristo foi um grande profeta, homem de Deus, que com tanta injustiça que via em seu tempo não teve como ficar calado. Assim como vários outros, como João batista, lutou pela verdade, lutou para destruir a cortina de fumaça construída pelos romanos para escravizar seu povo. Como ele existiram vários, mas a igreja criou o mito Jesus Cristo para legitimar o medo que ela exercia sobre os homens e com isso propagou-se a venda de indulgências que até hoje é vigente. Hoje em dia fico a pensar quem escraviza o povo com essa cortina de fumaça, alienando e impedindo que todos vejam a verdade e lute pela justiça. Mas isso já é um outro tema.

Anúncios

2 comentários sobre “Manual Prático de ALine – Parte I

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s